Ultraje: Grupo LGBTQI+ em evento queima a bandeira nacional e xingam Bolsonaro

 

Um grupo LGBTQI+ da Bahia resolveu afrontar todos os brasileiros, além do presidente Jair Bolsonaro e em um evento em Feira de Santana, queimaram uma bandeira do Brasil no último final de semana.

O vídeo ganhou uma enorme repercussão negativa nas redes sociais e muitos conservadores e patriotas repudiaram a cena.

O vídeo foi postado originalmente no canal do Twitter de @ChamaATravestis, que se apresenta como cantora e compositora, acompanhado do texto:

"Que energia foi essa Feira de Santana?! O show mais foda da minha vida sem dúvidas."

Assista ao vídeo:

Mas em função da ofensa com o maior símbolo nacional, da essência da nossa amada pátria, os internautas pediram investigação das autoridades competentes para que sejam punidos por esse ultraje!

Por que essa “gentalha” (que nem de gente dá pra chamar) não vão embora do nosso país e adorar as bandeiras vermelhas dos lugares onde exatamente, eles exterminam homossexuais?

Imagina se fosse o contrário, algum conservador queimando uma bandeira LGBTQi+? O mundo iria acabar em cima dessa pessoa e iriam jogar a culpa em Bolsonaro.

E a Globolixo foi pior, postando em suas redes sociais sobre o descalabro, se referindo que "após mil dias de governo, bolsonaristas fazem posts com foco na pauta de costumes."


Isso é costume? É normal para esses esquerdistas travestidos de jornalistas queimar a bandeira do próprio país?

A imprensa tradicional acabou no Brasil. As redações viraram um entulho de militontos políticos.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem