STF marca sessão urgente para barrar a Copa América


O presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, marcou para quinta-feira 10 uma sessão virtual de emergência para analisar duas ações que pedem a suspensão da Copa América no Brasil. O ministro atendeu a pedido da relatora, Cármen Lúcia.


O julgamento será em plenário virtual, no qual os ministros inserem o voto em sistema eletrônico. Pela decisão de Fux, o julgamento começará à 0h00 e acabará às 23h59 de quinta-feira. A abertura da competição está marcada para domingo 13, com a partida entre Brasil e Venezuela, em Brasília.No pedido, a ministra destacou a “excepcional urgência e relevância do caso e a necessidade de sua célere conclusão, considerando que se noticia o início da competição desportiva questionada para o próximo dia 13 de junho”.


Cármen Lúcia relata duas ações apresentadas ao Supremo com o intuito de barrar a realização da competição. Uma delas foi apresentada pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), a outra pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM).


Queiroga diz que protocolos são seguros


Na CPI da Covid, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta terça-feira, 8, que os protocolos apresentados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) permitem a segurança para a realização da Copa América no Brasil. É a segunda vez que o titular da Saúde depõe na comissão.


Queiroga disse que o evento esportivo não vai acarretar pressão sobre o sistema de saúde, já que os atletas e as equipes técnicas têm seguro e, se houver alguma necessidade, vão usar hospitais privados. 

1 Comentários

  1. E isso que eles fazem para retroceder o País.
    O povo tem que reagir !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem