Moraes prorroga inquérito ilegal contra apoiadores de Jair Bolsonaro


O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nessa última sexta-feira (9) prorrogar os inquéritos ilegais contra conservadores e apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro. Os inquéritos já duram há mais de dois anos.

Mesmo a Polícia Federal não encontrando provas ou indícios de ilegalidade, Moraes informou que irá prorrogar por mais 90 dias o processo. O togado, que é relator e vítima do processo, simplesmente alega que há necessidade de prosseguir as investigações, sem justificar o motivo.

Já a PF reconheceu categoricamente que não encontrou elementos suficientes para indiciar os responsáveis pela realização ou financiamento dos supostos “atos antidemocráticos”.

No inquérito, além de Alexandre de Moraes ter usado perícia forjada, o processo também não define quais os crimes e fatos são investigados.

Postar um comentário

0 Comentários