Lula, Dilma, Haddad e nova esquerda não fazem menção à Pascoa nas Redes Sociais


Todos eles se preocuparam a homenagear o cantor Agnaldo Timóteo, declarador apoiador político de Lula que faleceu no último sábado, 4, vítima de complicações da Covid-19.

Reprodução do Facebook de Lula neste domingo, 4. Nada de citação à Pascoa...

Os ex-presidentes da maior nação católica do mundo, Lula da Silva e Dilma Rousseff, passaram em branco neste domingo de Páscoa nas redes sociais.

Embora se declarem católicos, até às 18h deste domingo (04/04) Lula e Dilma não desejaram uma boa Páscoa aos brasileiros, nem fizeram qualquer menção à ressurreição de Jesus Cristo.

Nas redes sociais de ambos, a principal mensagem neste domingo foi uma homenagem ao cantor Agnaldo Timóteo, falecido neste sábado 3,Timóteo foi lulista e malufista.

O candidato petista derrotado por Jair Bolsonaro em 2018, Fernando Haddad, seguiu o líder petista e se calou sobre a Páscoa.

O autor de “Em defesa do socialismo” foi muito criticado na campanha eleitoral de 2018 por tentar parecer religioso indo a uma missa com sua vice, a comunista Manuela D’Ávila.

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes publicou uma mensagem de feliz Páscoa com a imagem de uma cruz. Um ato falho, já que a ressurreição é precisamente a vitória sobre a morte de cruz e é um símbolo da Paixão de Cristo e não de sua ressurreição.

A mensagem de Páscoa de Ciro Gomes foi postada apenas no Facebook e não no Twitter, que é a rede social usada com mais frequência pelo líder cearense.

João Doria e João Amoedo postaram mensagens com abstrações, sem menções à ressurreição e a Jesus Cristo.

O Presidente Jair Bolsonaro foi o único líder nacional a desejar uma feliz Páscoa aos brasileiros fazendo menção à ressurreição, citando um versículo do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João, o evangelista, junto à imagem do sepulcro vazio, sem o corpo do ressuscitado.

A postagem foi reproduzida em todas as redes sociais do Presidente da República.

Reprodução do Facebook do presidente Jair Bolsonaro neste domingo, 4.

Postar um comentário

0 Comentários