Guilherme Boulos é intimado pela PF por insinuação da morte de Bolsonaro


O agitador Guilherme Boulos será investigado pela Política Federal por uma mensagem na rede social Twitter em que sugere que Bolsonaro morrerá na guilhotina.

A PF intimou o ex-candidato a prefeito de São Paulo. Boulos deverá depor em um inquérito aberto com base na Lei de Segurança Nacional.

A mensagem foi postada em abril de 2020. Nela, Boulos escreveu:

“Um lembrete para Bolsonaro: a dinastia de Luís XIV terminou na guilhotina…”

Veja a imagem do tweet:


Via Nova Iguaçu 24h

Postar um comentário

0 Comentários