Ex-prefeito petista é acusado de furar fila da vacinação


Angelo Rigon informa que Tarcísio Marques dos Reis (PT), 59, que foi prefeito de Paiçandu por dois mandatos com o nome de urna de Professor Tarcísio, é alvo de sindicância que o município abriu após o Tribunal de Contas receber a denúncia de que ele teria furado a fila da vacinação contra a covid-19. Em entrevista à página Serviços Paiçandu, no Facebook, ele disse que seus advogados descobrirão junto ao TC-PR quem é o autor da denúncia e vai processá-lo. A Ouvidoria da corte recebe demandas de qualquer pessoa, sem a necessidade de identificação.

Na entrevista ele disse que hoje é somente profissional da área de psicologia, mas este ano ele recebeu como professor da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte; o salário de março foi de R$ 8.193,37. Disse também que sempre exerceu a profissão de psicólogo, inclusive quando era prefeito, aos sábados. Ele alegou a condição de profissional de saúde da área privada para ter recebido a vacina, e chegou a mostrar a identificação de “especialista em psicologia”. Seu nome não aparece na busca do Conselho Nacional de Psicólogos e uma busca na internet não o relaciona com clínica da área.

O ex-prefeito sempre foi conhecido por ser professor no Colégio Estadual Vercindes G. dos Reis e a denúncia diz que ele não exerce a psicologia, que seria a condição para ser vacinado. Tarcísio, que se formou em Psicologia na UEM, disse estar sendo perseguido, mas não revelou nomes. Outras irregularidades na vacinação foram denunciadas envolvendo até vereadores furando fila em outras 17 cidades paranaenses.


Via Blog do Tupan


https://blogdotupan.com.br/2021/04/11/ex-prefeito-e-acusado-de-furar-fila-da-vacinacao/

Postar um comentário

0 Comentários