Renato Feder roda de novo e não será ministro da Educação

Renato Feder (Foto: Congresso em Foco)

O presidente Jair Bolsonaro está em uma fase indecisa e está na retaguarda para a escolha do novo ministro da Educação.

No sábado tinha confirmado Renato Feder no Ministério da Educação e Cultura. Bolsonaro voltou atrás após pressão de grupos ideológicos e as ideias de Feder irem de encontro com os preceitos do atual governo.

Para Feder restou permanecer no Paraná, tudo indica como secretário.

O nome da vez é do reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Aristides Cimadon.

Informações do Blog do Tupan

Postar um comentário

0 Comentários