Maioria dos deputados paranaenses vota a favor de adiamento das eleições

Painel de votação que garantiu a mudança das datas de votação das eleições deste ano 

A maioria dos deputados federais paranaenses votou favoravelmente à Proposta de Emenda Constitucional aprovada ontem na Câmara que prevê o adiamento das eleições municipais deste ano de outubro para novembro, por causa da pandemia do Covid-19. A PEC – que já havia sido aprovada pelo Senado – passou ontem em dois turnos na Casa e já foi promulgada hoje pelo Congresso.

Dos 30 parlamentares paranaenses, 19 votaram pelo adiamento, 10 contra e um – Toninho Wandscheer (PROS) não votou. No segundo turno, o placar mudou para 20 votos pela aprovação, 8 pela rejeição e dois não votantes. Isso porque no segundo turno, o deputado Boca Aberta (PROS) – que é pré-candidato a prefeito de Londrina – mudou seu voto e votou contra a PEC. E além de Wandscheer, a deputada Luisa Canziani (PTB) também não votou nesse turno. (Veja tabela abaixo)

De acordo com a Emenda Constitucional 107, os dois turnos das eleições serão realizados nos dias 15 e 29 de novembro. As datas anteriores eram 4 e 25 de outubro. O Congresso poderá fixar novas datas em cidades com muitos casos da Covid 19 a pedido da Justiça Eleitoral, mas as eleições não poderão ultrapassar a data limite de 27 de dezembro para assegurar que não haverá prorrogação dos atuais mandatos. A data da posse permanecerá a mesma: 1º de janeiro de 2021.

A Emenda também adia todas as etapas do processo eleitoral de 2020, como registro de candidaturas e início da propaganda eleitoral gratuita. Os prazos do calendário eleitoral também são adiados.

Como votaram os deputados paranaenses:

Primeiro turno

Sim

Aliel Machado (PSB)
Aroldo Martins (Repub)
Diego Garcia (Podemos)
Enio Verri (PT)
Felipe Francischini (PSL)
Gleisi Hoffmann (PT)
Gustavo Fruet (PDT)
Leandre (PV)
Luciano Ducci (PSB)
Luisa Canziani (PTB)
Luizão Goulart (Repub)
Ney Leprevost (PSD)
Roman (Patriota)
Rubens Bueno (CD)
Sargento Fahur (PSD)
Schiavinato (PP)
Sergio Souza (MDB)
Vermelho (PSD)
Zeca Dirceu (PT)

Não
Aline Sleutjes (PSL)
Boca Aberta (PROS)
Christiane Yared (PL)
Filipe Barros (PSL)
Giacobo (PL)
Hermes Parcianello (MDB)
Luiz Nishimori (PL)
Paulo Martins (PSC)
Pedro Lupion (DEM)
Ricardo Barros (PP)

Não votou

ToninhoWandscheer (PROS)

Segundo turno

Sim

Aliel Machado (PSB)
Aroldo Martins (Repub)
Boca Aberta (PROS)
Diego Garcia (Pode)
Enio Verri (PT)
Felipe Francischini (PSL)
Gleisi Hoffmann (PT)
Gustavo Fruet (PDT)
Hermes Parcianello (MDB)
Leandre (PV)
Luciano Ducci (PSB)
Luizão Goulart (Repub)
Ney Leprevost (PSD)
Rubens Bueno (CID)
Sargento Fahur (PSD)
Schiavinato (PP)
Sergio Souza (MDB)
Roman (Patriota)
Vermelho (PSD)
Zeca Dirceu (PT)

Não

Aline Sleutjes (PSL)
Christiane Yared (PL)
Filipe Barros (PSL)
Giacobo (PL)
Luiz Nishimori (PL)
Paulo Martins (PSC)
Pedro Lupion (DEM)
Ricardo Barros (PP)

Não votou

Luisa Canziani (PTB)
ToninhoWandscheer (PROS)

Postar um comentário

0 Comentários