Vice-governadora de SC rompe com governador após ele abandonar Bolsonaro



A vice-governadora de Santa Catarina (SC), Daniela Reinehr, esta semana, em dura carta, com críticas contundentes, rompeu definitivamente com o governador do estado, Carlos Moisés.

Segundo Daniela, a eleição da chapa só foi possível devido à popularidade do então candidato à presidência, Jair Bolsonaro, na época ainda no PSL, trazendo o apoio necessário. Lembrou que tanto ela, quanto o governador, há pouco mais de um ano, eram completos desconhecidos e que venceram o pleito porque o povo acreditou que estavam alinhados com o presidente Bolsonaro.

Entretanto, o governador, assim como muitos outros políticos do país, virou as costas a Bolsonaro assim que eleito e passou a confrontá-lo e atacá-lo.

A vice -governadora fez questão de dizer a Moisés que ele tem a “incapacidade de sentir gratidão e de gerar empatia”.

“Lamento que vossa gestão tenha chegado a este ponto e que Santa Catarina esteja sofrendo tanto pelas notícias de falta de ética e de moral. Não há mais confiança, não somos mais uma dupla”, enfatizou Daniela.

Em tom de desabafo, Daniela Reinehr termina a carta dizendo que cada respirador feito por catarinenses a emociona, mas que chora mesmo ao pensar que “R$ 33 milhões” - em referência às polêmicas sobre a compra de respiradores no estado - "poderiam salvar tantas vidas".

 “Não há mais confiança, não somos mais uma dupla! Pelo contrário, Vossa Excelência desfez a chapa tão logo sentiu-se eleito, colocando-se como único representante à frente do governo estadual e trazendo para vosso entorno, o malfadado destino a que chegamos”, ressaltou.

Via Jornal Da Cidade Online

Postar um comentário

0 Comentários