Novo secretário de Cultura, Mário Frias, quer fim aos ‘barões da Lei Rouanet’

Eduardo Bolsonaro e o novo secretário de Cultura, o ator Mário Frias (Foto: Reprodução)

O novo secretário disse à CNN que pretende auditar os recursos

O secretário de Cultura, Mario Frias, afirmou que precisa entender legalmente e deve fazer uma auditoria sobre a aplicação dos recursos pela lei de incentivo à cultura, conhecida por Lei Rouanet, em entrevista à CNN Brasil.

Frias substituiu a ex-secretária Regina Duarte há uma semana. O novo secretário disse que não podem existir “os barões da Lei Rouanet”.

Frias ressaltou que a lei de incentivo à cultura é fundamental para um país que se preocupa com cultura. “Mas a cultura não é limitada ao eixo Rio-São Paulo, a cultura é brasileira e deve chegar a outros Estados”, defendeu.

Postar um comentário

0 Comentários