Curitiba: Multa para usuários de Cerol e linhas chilenas é quadruplicada



Alteração na lei foi aprovada em primeiro turno

A alteração na Lei 11.435/2005 – que pune o uso de cerol em fios de pipas, na Capital paranaense – foi aprovada, unanimemente, em primeiro turno na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A proposta de alteração – que inclui a linha chilena e quadruplica a antiga multa de R$ 500,00 – foi da vereadora Fabiane Rosa (PSD).

Em 2005, quando a lei, proposta pelo ex-prefeito Carlos Alberto Richa (PSDB), foi sancionada, o uso de cerol em linhas de pipa foi proibida e uma multa de R$ 500,00 foi estabelecida ao infrator ou responsável legal. O uso de linha chilena não estava inclusa na proibição e não havia fiscalização, de acordo com a vereadora.

Com a alteração, a multa ao infrator ou responsável legal é de R$ 2 mil e o material chileno – até 10 vezes mais cortante que o cerol – passa a ser proibido também. A alteração também determina que o material deve ser apreendido e destruído. No caso de reincidência, a multa chega a R$ 4 mil.

“Fui procurada por motociclistas e motoclubes e eles me relataram a tamanha preocupação que sentem enquanto pilotam as motocicletas”, relatou a vereadora Fabiane.

Via Banda B

Postar um comentário

0 Comentários