Hacker firma delação premiada para entregar mandantes de invasão ao celular de Moro e Procuradores

Estudante Luiz Henrique Molição, hacker que fechou delação (Imagem: divulgação)


Ao todo, mais de 80 autoridades do Brasil foram vítimas do ataque cibernético, informa o Renova Mídia.

Um passo importante foi dado pela Polícia Federal (PF) para avançar na investigação das invasões de celulares de centenas de autoridades brasileiras.

Na última semana, um acordo de delação foi fechado com um dos hackers acusados de roubar e vazar mensagens de integrantes da Operação Lava Jato.

A revista Veja revelou, nesta sexta-feira (22), que o estudante Luiz Henrique Molição se comprometeu a identificar mais três pessoas que teriam participado dos ataques virtuais.

Além disso, Molição apresentará conversas privadas que estariam armazenadas em servidores fora do país e entregar o aparelho celular que usava para vazar mensagens roubadas.

Com base na delação do hacker, a PF pretende esclarecer se por trás dos ataques cibernéticos havia uma cadeia de comando que teria planejado e financiado os ataques.

Via Renova Mídia

Postar um comentário

0 Comentários