Após denúncia de Janaína, USP cancela prova que dizia que Lula era ‘preso político’



A Faculdade de Saúde Pública da USP cancelou uma prova de seleção online para um curso de especialização em que os inscritos tinham de responder que Lula, o ex-presidente condenado e preso por corrupção e lavagem de dinheiro, é na verdade um preso político.

A medida foi tomada depois que a deputada e jurista Janaina Paschoal denunciou na Alesp o viés ideológico da prova realizada pela Universidade.

Em outra questão da mesma prova, os inscritos tinham de responder também que Dilma Rousseff sofreu um “golpe institucional”. Para o criador da prova, o impeachment de Dilma previsto na Constituição brasileira seria um ‘golpe’.

Via República de Curitiba

Postar um comentário

0 Comentários